PUBLICIDADE

Multinacionais ameaçam transferir sedes para o exterior

Empresas pressionam o Congresso para mudar lei de tributos sobre lucro no exterior

2 abr 2014 09h21
| atualizado às 09h27
ver comentários
Publicidade

Às vésperas da votação do texto da nova lei de tributos sobre lucro no exterior, as multinacionais brasileiras apertaram o cerco sobre os parlamentares na tentativa de emplacar emendas até agora rejeitadas, de acordo com informações da Folha de S. Paulo publicadas nesta quarta-feira. Do jeito que a legislação está, as empresas podem sair do País. Um dos principais pleitos dos empresários é que as companhias possam retirar da base de calculo do imposto a fatia do lucro obtido no exterior que for reinvestido pelas filiais.

<p>Vista geral do Congresso Nacional, em Brasília.</p>
Vista geral do Congresso Nacional, em Brasília.
Foto: Ueslei Marcelino / Reuters

Uma mensagem entregue ao presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, e a líderes dos partidos diz que o Brasil poderá se tornar “um país de filiais de suas próprias empresas”. O documento afirma que a nova legislação pode incentivar as companhias a transferirem suas sedes para o exterior. As multinacionais também argumentam que a nova lei “pune o investimento” e, dessa maneira, perderão espaço no mercado internacional, já que pagarão mais impostos e se tornarão menos competitivas do que as concorrentes.

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade