1 evento ao vivo

Receita sobrevoa casas em busca de sonegadores do IR no RS

​A Receita afirma que sobrevoo do helicóptero sobre os imóveis incentiva a “autorregularização” entre contribuintes

24 jun 2015
16h00
atualizado às 16h36
  • separator
  • comentários

A Receita Federal iniciou, nesta quarta-feira (24), uma operação contra a sonegação no Rio Grande do Sul. Com a ajuda de um helicóptero os fiscais vão sobrevoar imóveis de alto padrão cruzando as imagens com as informações prestadas pelos contribuintes.

Helicóptero utilizado pela Receita para promover a autorregularização
Helicóptero utilizado pela Receita para promover a autorregularização
Foto: Divulgação / Helibrás

Serão cruzados os dados do Imposto de Renda com dados fornecidos pelo município, construtoras, imobiliárias, condomínios e cartório de registro imobiliário para identificar, por exemplo, imóveis de luxo não declarados.

Siga o Terra Notícias no Twitter

Depois dos sobrevoos, a Receita pode intimar até os síndicos dos condomínios, bem como corretores e imobiliárias para ajudar nos esclarecimentos.

A Receita afirma que o uso do helicóptero para sobrevoar casas terá um efeito educativo, “autorregularização” é o termo usado. Isso porque os contribuintes omissos poderão regularizar de forma espontânea seus débitos.

“A expectativa da Receita Federal é de que com as imagens coletadas pela fiscalização feita in loco, por via aérea, e com a confirmação dos indícios iniciais, o maior número de contribuintes providencie a autorregularização e não aguarde a intimação do órgão”, diz o trecho de um comunicado expedido pelo órgão sobre a fiscalização aérea.

As multas podem chegar a 225%.

Até o dia 8 de julho a fiscalização ocorre na região metropolitana de Porto Alegre, no litoral norte, Uruguaiana e região da fronteira, onde também será feita fiscalização contra o contrabando.

Em uma operação semelhante realizada em 2012 ocorreu um aumento de 104%, no primeiro mês, do número de regularizações de obras no Litoral Norte. Em Porto Alegre o mesmo índice foi de 49%.

A Receita Federal informa que depois das operações houve um aumento médio de 20% no valor que era arrecadado.

Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade