0

Governo apresentará projeto sobre reajuste escalonado do IR

O governo tenta convencer o Congresso a manter o veto da presidente Dilma ao projeto de lei que ampliou de 4,5% para 6,5% a correção da tabela do imposto de renda

10 mar 2015
19h02
atualizado às 19h06
  • separator
  • comentários

O vice-presidente da República, Michel Temer, esteve reunido nesta terça-feira (10) com os presidentes da Câmara, Eduardo Cunha, e do Senado, Renan Calheiros, para tratar de assuntos de interesse do governo no Congresso. Segundo Temer, foram discutidas “as medidas que o governo está tomando para obter uma economia saudável”.

<p>Temer destacou que só vê aplausos para a relação entre o Executivo e o Legislativo</p><p> </p>
Temer destacou que só vê aplausos para a relação entre o Executivo e o Legislativo
Foto: Joedson Alves / Reuters

Entre elas, o governo busca convencer o Congresso a manter o veto da presidenta Dilma ao projeto de lei que ampliou de 4,5% para 6,5% a correção da tabela do imposto de renda. “A ideia é escalonar, não sei se em três ou quatro faixas, a questão da revalorização da tabela do imposto de renda. Mas vai ser de comum acordo com o Congresso Nacional”, disse Temer. Ele não soube dizer quando o projeto do governo chegará à Câmara.

Questionado sobre o envolvimento de políticos nas denúncias relacionadas à Operação Lava Jato, com 34 parlamentares investigados, o vice-presidente defendeu o Congresso. “O Congresso Nacional é uma instituição. E as instituições devem ser sempre preservadas. É o que nós devemos fazer”, disse.

Temer destacou que só vê “aplausos” para a relação entre o Executivo e o Legislativo e disse que faz o inter-relacionamento entre os dois Poderes “com muita tranquilidade”. Apesar disso, disse que não foi ao Congresso como um negociador do governo, mas sim como um “visitador”.

Agência Brasil Agência Brasil

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade