PUBLICIDADE

Com R$ 24 bi, Dilma anuncia plano para agricultura familiar

26 mai 2014 11h11
| atualizado às 13h43
ver comentários
Publicidade

Uma semana após atender ao setor de agronegócio, a presidente Dilma Rousseff anuncia nesta segunda-feira uma injeção de recursos para a agricultura familiar, que atende a pequenos produtores. Na última quarta-feira, em resposta às reivindicações de movimentos sociais do campo, a presidente antecipou que o volume para custeio e investimentos seria de R$ 24,1 bilhões – superior aos R$ 21 bilhões da safra anterior. 

"Hoje, nós estamos aqui lançando este plano de R$ 24,1 bilhões em créditos previstos para essa safra. É o maior plano até então realizado. Mais uma vez repito: se forem gastos os R$ 24 bilhões, garantiremos acesso a mais recursos", afirmou a presidente DIlma Rousseff.

Dentro das ações de crédito, o Ministério do Desenvolvimento Agrário afirma que uma das novidades este ano é a linha de crédito Pronaf Produção Orientada, voltada para a produção sustentável de alimentos com foco nas regiões Norte, Nordeste e no Centro-Oeste. O limite de financiamento desta linha é de R$ 40 mil e a assistência técnica é garantida com bônus de adimplência para pagamento de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) no valor de R$ 3,3 mil.

Outra novidade anunciada pelo governo é o novo seguro agrícola, cuja cobertura passa a ser baseada na renda do agricultor e não mais no custo de sua produção. Já o programa Garantia-Safra, que dá segurança a agricultores de baixa renda, o número de beneficiários passou de 1,2 milhão para 1,35 milhão. Em caso de perdas maiores do que 50% da produção agrícola, o governo promete benefício de R$ 850 às famílias.

Na semana passada, Dilma anunciou o Plano Agrícola e Pecuário do agronegócio e, na ocasião, acrescentou em R$ 20 bilhões ao crédito da safra 2014/2015, elevando o volume de recursos para R$ 156,1 bilhões.  Os recursos destinados ao agronegócio servirão para dar apoio a médios produtores, inovação tecnológica, pecuária de corte além de incrementar o seguro rural.

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade