0

Meu automóvel

Sistema Start & Stop economiza combustível; conheça

21 ago 2013
07h11
atualizado às 07h11
  • separator
  • comentários

Para reduzir os custos dos motoristas com combustível e diminuir a poluição, as montadoras têm adotado o Start & Stop, um sistema que desliga o motor quando o carro está parado por alguns segundos e volta a ligá-lo na hora de arrancar.

A criação desse opcional não é recente. Foi implantado nos veículos em meados dos anos 70, quando a crise do petróleo abalou o mundo e fez o preço do combustível disparar. Na época, porém, ele não foi bem recebido pelo público. Os motores demoravam muito a ligar e apresentavam falhas, por conta dos carburadores. Os carros ainda não eram equipados com injeção eletrônica.

Com o avanço da tecnologia e a substituição dos carburadores, os fabricantes voltaram a usar o mecanismo como uma forma de diminuir o consumo e a emissão de poluentes. A estimativa é que possa reduzir o consumo de combustível em até 20% para veículos que rodam em grandes cidades. No Brasil Start & Stop está presente em alguns importados e em veículos mais luxuosos, mas ainda não se popularizou.

Para que o Start & Stop possa entrar em funcionamento são necessários alguns fatores. O veículo precisa estar parado e com a rotação do motor em marcha lenta. Em carros com câmbio manual, o pedal da embreagem deve estar acionado. Já para automóveis com transmissão automática, o freio deve estar pressionado. Uma luz liga no painel com o sistema está ligado.

Tecnologia

Existem dois tipos de Start & Stop. O primeiro e mais comum é baseado no sistema de partida convencional, que tem como principais alterações a introdução de um motor de partida mais robusto e uma central eletrônica para gerenciar o sistema.

O segundo se baseia no alternador, que substitui o motor de partida, fazendo um trabalho inverso, girando o motor através da correia. Os dois, porém, têm a mesma funcionalidade para o motorista.

Canarinho Press Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade