4 eventos ao vivo

Rede de franquias fatura R$ 55 mi com aposta no interior

Cadeia de lojas de produtos de segurança foca em municípios na faixa de 100 mil habitantes e garante escala para pequenos comerciantes

26 jun 2015
07h00
atualizado às 10h03
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Muitas pessoas pensam que, para crescer no mundo dos negócios, é fundamental atuar nas grandes metrópoles. No entanto, algumas empresas mostram que isto nem sempre é verdade. É o caso da rede de franquias Castseg, que focou em cidades com cerca de 100 mil habitantes para crescer, e graças a isso faturou mais de R$ 55 milhões no último ano.

Conheça ferramentas para aumentar produtividade da equipe

A iniciativa nasceu em 2001, na cidade de São José do Rio Preto (SP), quando Márcio Castilho resolveu reunir algumas empresas paulistas do ramo de segurança em um único grupo, visando ganhar força e competitividade no mercado. Paralelamente a isso, o empresário criou a CAM Distribuidora, para fornecer equipamentos eletrônicos de segurança, como cercas elétricas, sistemas de alarme e circuitos fechados de televisão, para os negócios associados.

Castseg comercializa equipamentos eletrônicos de segurança, como cercas elétricas, sistemas de alarme e circuitos fechados de televisão
Castseg comercializa equipamentos eletrônicos de segurança, como cercas elétricas, sistemas de alarme e circuitos fechados de televisão
Foto: Don Pablo / Shutterstock

A distribuidora cresceu e se tornou um negócio independente, sob o nome de Castseg. Em 2006, Márcio percebeu uma demanda crescente no segmento de segurança e resolveu adotar o modelo de franquias para capilarizar o negócio, privilegiando cidades de menor porte. “Até então, o negócio de segurança estava muito concentrado nos grandes centros. Mas como o público consumidor aumentou, apostamos que alguém de Bragança iria preferir uma loja na própria cidade a ter de se deslocar até Campinas”, afirma Castilho.

A aposta se mostrou acertada, e o número de unidades da rede cresceu. Uma das estratégias adotadas pela rede para ampliar seu alcance foi investir em lojas já existentes que tivessem interesse em trocar de bandeira. Um dos principais benefícios da mudança, segundo Castilho, foi a compra de produtos em grande escala, permitindo que os franqueados conseguissem preços mais vantajosos.

“A compra de um volume maior de itens faz com que o comerciante consiga margens melhores de lucro. Outra vantagem é que nós oferecemos um treinamento administrativo para todos os franqueados, que aprendem até a dar suporte técnico aos varejistas para a instalação dos produtos”, argumenta o fundador da Castseg. 

Atualmente, a empresa conta com 30 unidades em dez estados: São Paulo, Bahia, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul. Com um portfólio de 800 itens – que inclui equipamentos de fabricação própria, como fontes, hastes, plugues e baterias para alarmes – as unidades vendem, em conjunto, cerca de cinco mil produtos todos os meses, o que vem contribuindo para o crescimento da rede.

“Cada unidade tem um faturamento mensal que fica entre R$ 100 mil e R$ 200 mil, dependendo do porte da cidade em que está instalada. Com isso, esperamos atingir um total de vendas de R$ 70 milhões neste ano”, projeta Castilho.

 

Veja também:

Eldorado Expresso: Fome no Brasil
Fonte: PrimaPagina
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade