0

Casal fatura mais de US$ 2 milhões com imóveis em Miami

Casal prospera com corretora multinacional que vende e aluga propriedades nos Estados Unidos para brasileiros

22 out 2014
08h00
atualizado em 24/10/2014 às 15h28
  • separator
  • 0
  • comentários

Orlando e Miami há muito tempo estão entre os destinos turísticos mais visitados pelos brasileiros, mas as reviravoltas da economia mundial nos últimos anos levaram muita gente a criar vínculos mais permanentes com o sul dos Estados Unidos, adquirindo imóveis na região. A combinação da crise do mercado imobiliário norte-americano a partir de 2008, que derrubou os preços por lá, e o boom dos preços do setor no Brasil no mesmo período, fez com que muitos brasileiros passassem a investir em imóveis na Flórida. Aproveitando essa oportunidade, o casal Edna e Helio Batini montou a Vitoria Realty, corretora especializada em alugar e vender imóveis para brasileiros em Orlando e Miami que faturou mais de US$ 2 milhões em 2014.    

<p>O custo de um pequeno apartamento em S&atilde;o Paulo hoje &eacute; o mesmo de uma casa de quatro quartos em Orlando, ent&atilde;o as pessoas ficam atra&iacute;das afirma Edna Batini, uma das propriet&aacute;rias da corretora Vit&oacute;ria Realty</p>
O custo de um pequeno apartamento em São Paulo hoje é o mesmo de uma casa de quatro quartos em Orlando, então as pessoas ficam atraídas afirma Edna Batini, uma das proprietárias da corretora Vitória Realty
Foto: Divulgação

O grande trunfo do casal foi detectar essa tendência muito antes de ela se tornar uma verdadeira febre por aqui. A Vitoria Realty foi criada em 2004, depois que Edna e Helio entraram no mercado imobiliário norte-americano quase por acaso ao se mudarem para Orlando, há 18 anos. “Compramos duas casas, uma para nós e outra para meu pai passar as férias por lá. Porém, no restante do ano este imóvel ficava sem uso, e fomos procurados por uma empresa de lá para alugá-lo. Ao mesmo tempo, eles viram que a gente tinha contato na América Latina e nos convidaram para assessorá-los”, lembra Edna.

Dona de quatro empresas, engenheira já chegou a fazer faxina

‘Magnata das flores’ fatura R$ 26 milhões com vendas online

Veja os bilionários da lista da Forbes que começaram pequeno

Mesmo sem ter nenhuma experiência no ramo (Edna é formada em direito e seu marido trabalhava no setor de câmbio), o casal topou o desafio. “Por ser advogada, eu tinha facilidade nesta parte de legislação, e a parte do trabalho de corretor nós aprendemos com eles, que já tinham muita experiência nesta área”, revela.

A parceria deu tão certo que, após alguns anos, o casal tinha tantos clientes próprios que não estava mais dando conta de auxiliar a corretora local. Foi então que, em 2004, os dois decidiram montar o seu próprio negócio. Inicialmente, a maior parte dos clientes da empresa eram norte-americanos, mas Edna e Helio sempre mantiveram o foco no Brasil.

“No começo, o mercado brasileiro era muito fechado e nossos clientes brasileiros eram apenas gente da classe média alta. Nos últimos anos, porém, a classe média também passou a viajar para Miami e Orlando, pois são destinos mais baratos do que dentro do próprio Brasil. Além disso, o custo de um pequeno apartamento em São Paulo hoje é o mesmo de uma casa de quatro quartos em Orlando, então as pessoas ficam atraídas mesmo”, explica Edna.

O sucesso do negócio levou o casal a abrir um escritório em São Paulo em 2012. Desde então, o volume de negócios com brasileiros cresceu cerca de 50%. Agora, eles pensam em inaugurar novas unidades em Belo Horizonte e Rio de Janeiro, e talvez até transformar a Vitoria Realty em uma franquia.

“Ter um escritório no Brasil ajuda bastante. As pessoas são muito desconfiadas, e falar com o vendedor pessoalmente passa maior credibilidade. Este ano devemos negociar US$ 16 milhões em empreendimentos. Aos poucos, os brasileiros estão percebendo que os imóveis em Orlando e Miami são muito mais acessíveis do que eles imaginavam”, finaliza Edna.

Fonte: PrimaPagina
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade