Tributos 2013

publicidade
04 de outubro de 2013 • 09h02

SP: confira os bairros que terão maior aumento de IPTU em 2014

 

A Prefeitura de São Paulo anunciou na quinta-feira os novos critérios para o pagamento do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) em 2014. O aumento médio para residências será de 17,57%, mas o reajuste pesará mais para os imóveis que se situam em faixas mais altas de preço, que terão variação média de 26%. Os bairros com o maior acréscimo no valor do tributo serão Santa Cecília e Vila Mariana, com alta de 29,95%. Em contrapartida, o Parque do Carmo terá a maior queda, com variação de -10,25%.

A proposta foi enviada ontem à Câmara Municipal e deve ser votada até o fim do ano. A principal mudança na metodologia de atualização dos critérios é a criação de três “zonas fiscais” para calcular o preço do metro quadrado construído, que é um dos itens da fórmula de cálculo do valor venal do imóvel. O IPTU é calculado multiplicando o valor venal e pela alíquota, que será reduzida em 0,1 ponto percentual em todas as faixas, variando de 0,7% a 1,5% em 2014.

As faixas de preços para as alíquotas também serão corrigidas. Por exemplo, a maior faixa de alíquota, que atingia imóveis acima de R$ 654.100, agora será válida apenas para residências que valem praticamente o dobro: R$ 1,2 milhão. A isenção de IPTU para imóveis residenciais dos Padrões A/B/C também será ampliada para valores até R$ 160 mil, ante R$ 97.587 neste ano.

Segundo a Prefeitura, os valores venais foram atualizados com acréscimo de 63% em média, mas ainda segue defasado em relação ao valor de mercado. De acordo com o projeto, bairros periféricos ficarão na Zona Fiscal 3 e terão valores utilizados no cálculo menores que os imóveis da Zona 2 ou da Zona 1, que estão em sua maioria na região central da cidade. Dentro de cada zona, existem diferenciações de acordo com o padrão e tipo de imóvel.

A mudança no valor do IPTU de cada imóvel é um cálculo individual. A tabela divulgada pela prefeitura apresenta uma média da variação do valor em cada região e não deve ser usada como um índice para calcular a mudança do IPTU de casos individuais.

Confira a variação do IPTU 2014 em todos os bairros de São Paulo:

Bairro Variação
Água Rasa 17,91%
Alto de Pinheiros 29,48%
Anhanguera -8,86%
Aricanduva 5,96%
Artur Alvim 6,78%
Barra Funda 21,01%
Bela Vista 28,89%
Belém 19,52%
Bom Retiro 21,28%
Brás 29,82%
Brasilândia 8,07%
Butantã 15,83%
Cachoeirinha 29,45%
Cambuci 23,99%
Campo Belo 25,86%
Campo Grande 7,95%
Campo Limpo -0,49%
Cangaíba 5,95%
Capão Redondo 3,70%
Carrão 14,93%
Casa Verde 11,79%
Cidade Ademar 7,90%
Cidade Dutra 2,76%
Cidade Líder -9,52%
Cidade Tiradentes 2,04%
Consolação 28,61%
Cursino 22,70%
Ermelino Matarazzo -5,33%
Freguesia do Ó 6,23%
Grajaú 6,70%
Guaianases 0,06%
Iguatemi -4,06%
Ipiranga 23,82%
Itaim Bibi 28,61%
Itaim Paulista -2,32%
Itaquera -1,07%
Jabaquara 11,09%
Jaçanã 1,68%
Jaguara 15,26%
Jaguaré 7,91%
Jaragua 14,08%
Jardim Ângela 5,87%
Jardim Helena -2,82%
Jardim Paulista 29,12%
Jardim São Luis 3,12%
José Bonifácio 3,12%
Lajedo 2,26%
Lapa 26,61%
Liberdade 29,47%
Limão 11,93%
Mandaqui 14,77%
Marsilac -0,94%
Moema 29,24%
Móoca 15,66%
Morumbi 25,51%
Parelheiros -0,05%
Pari 23,18%
Parque do Carmo -10,25%
Pedreira 7,04%
Penha 16,15%
Perdizes 28,33%
Perus 4,69%
Pinheiros 28,60%
Pirituba 3,84%
Ponte Rasa 4,47%
Raposo Tavares 0,94%
República 29,43%
Rio Pequeno 9,20%
Sacomã 14,35%
Santa Cecília 29,95%
Santana 26,51%
Santo Amaro 16,64%
São Domingos 12,94%
São Lucas 6,28%
São Mateus 1,54%
São Miguel -6,57%
São Rafael -5,51%
Sapoemba -1,46%
Saúde 26,17%
29,60%
Socorro 15,05%
Tatuapé 23,52%
Tremembé 12,83%
Tucuruvi 16,74%
Vila Andrade 9,94%
Vila Curuca -2,13%
Vila Formosa 20,83%
Vila Gulherme 12,69%
Vila Jacuí -7,31%
Vila Leopoldina 22,91%
VIla Maria 9,71%
Vila Mariana 29,95%
Vila Matilde 7,57%
Vila Medeiros 9,50%
Vila Prudente 16,33%
Vila Sônia 12,92%

 

Terra