1 evento ao vivo

Programe seu orçamento e compre chocolates sem prejuízo

8 mar 2013
07h30
  • separator
  • comentários

Época carregada de significados e simbolismo, a Páscoa também é um período de gastos que requer muito planejamento para quem deseja presentear os familiares e amigos sem sair no prejuízo. Isso porque, com a chegada da Semana Santa, os tradicionais ovos e as demais guloseimas típicas da data começam a aparecer nas gôndolas dos supermercados com preços que só tendem a subir. Por isso, saber como gastar agora é a chave para não passar apertos no futuro.

A compra dos chocolates deve ser disciplinada. “É necessário calcular, planejar e pesquisar o que vamos gastar nessa época. No entanto, acabamos indo direto para a loja para comprar sem fazer programação e, no final, somos surpreendidos”, explica Myrian Lund, professora de finanças da Fundação Getúlio Vargas (FGV), de São Paulo.

Para garantir ovos e colombas para toda a família, confira, a seguir, dicas práticas para planejar seu orçamento, sem se perder nas contas.

Planeje
Fazer uma lista com o nome de quem pretende presentear é o primeiro passo para não deixar ninguém de fora. Geralmente, família, amigos e até colegas do trabalho entram na listagem. Por isso, é fundamental quantificar e planejar os gastos com as iguarias.

Faça as contas
Depois de escolher quem serão os agraciados, determinar o quanto você está disposto a gastar é fundamental. “Esse cálculo vai variar de acordo com o salário”, ressalta Myrian. Com o valor total especificado, basta dividi-lo pelo número de pessoas que há na lista. O resultado poderá ser usado como base na compra de cada mimo.

Pesquise
Nesta época do ano, consumidores compram os chocolates na primeira loja que entram, sem perceber que estão cometendo um grande erro, pois a pesquisa de preços, apesar de ser um passo trabalhoso, é recompensador para o bolso. Afinal, cada estabelecimento vai empregar sua própria política de preços e ofertas.

Pague à vista
Evitar o uso do cartão de crédito e não fazer grandes parcelas nas compras é a receita para não se enrolar. “No caso da Páscoa, não é vantajoso pagar durante vários meses por algo que compramos para um evento pontual”, explica Myrian.

Seja criativo
Outra forma eficaz de economia é apostar na criatividade. “Se você usar um saquinho transparente com ovinhos dentro e colocar um laço e um cartão, o presente ficará charmoso”, recomenda Myrian. Afinal, diferentemente das crianças que fazem questão de produtos com brinquedos, os adultos têm uma ligação com os presentes baseada na afeição. Por isso, qualquer outra opção, como barra de chocolate e bombons, pode ser tão bem recebida quanto os ovos tradicionais que possuem um preço muito maior.

Substitua
Para quem deseja economizar, em vez de apelar para a tradicional guloseima, a dica é dar colombas. Aos mais criativos, também há a possibilidade da confecção própria dos ovos de Páscoa que, além de grande economia, dão um toque pessoal ao quitute.

Agência Hélice Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade