0

Organize suas finanças pessoais para o resto do ano

Confira dicas para organizar as finanças pessoais e desfrute de mais tranquilidade no dia a dia.

24 fev 2016
11h30
  • separator
  • comentários

Saber como organizar as finanças pessoais pode ser uma maneira de conseguir passar o restante do ano no azul. Depois dos gastos com IPVA e material escolar, resta economizar para aquela viagem dos sonhos ou mesmo para engordar a poupança.

Corte gastos desnecessários e evite o acúmulo de dívidas.
Corte gastos desnecessários e evite o acúmulo de dívidas.
Foto: iStock/Getty Images

Em tempos nos quais o digital está cada vez mais em foco, a organização das finanças pessoais também acaba beneficiada. Com os serviços de consulta e automatização de pagamentos, você acaba não só ganhando tempo, como também pode acompanhar mais de perto seus gastos.

Tenha o aplicativo do seu banco no celular ou no tablet e fique atento aos seus gastos semanais. Além disso, para evitar a inadimplência, tanto por falta de tempo quanto por esquecimento, automatize pagamentos de gastos fixos.

Estar atento às compras com cartão de crédito também é importante para o sucesso da organização das finanças pessoais, evitando surpresas desagradáveis no fim do mês.

Desenvolvendo alguns bons hábitos e livrando-se de velhos costumes, é possível, sim, desfrutar de mais tranquilidade no orçamento pessoal. Confira algumas dicas e descubra como fazer isso.

1. Reserve um tempo

Para criar um controle das suas finanças pessoais, tire um tempo para organizar planilhas e inserir todos os seus gastos fixos, como aluguel, contas de água e luz e outras despesas. Você também deve discriminar todas as suas receitas - salário, rendimentos ou trabalhos extras.

Com essas informações, você saberá quanto tem e quanto precisa para as despesas. O ideal é que haja uma sobra de, no mínimo, 10% para uma reserva na poupança.

2. Reduza custos

Se o seu orçamento mostrou desequilíbrio - ou seja, sai mais dinheiro que entra -, você deverá estabelecer prioridades. Identifique quais gastos são necessários e quais são dispensáveis. Troque marcas de alimentos por opções mais baratas, negocie um pacote mais barato da TV por assinatura e diminua as idas ao shopping, por exemplo.

3. Tenha objetivos

Uma maneira eficaz de se manter dentro do orçamento é criar metas para a economia em progressão. Esses objetivos podem ser a compra da casa própria, um carro novo ou uma viagem de fim de ano. A partir dessa definição, fica mais fácil saber quanto você precisará economizar para realizar o sonho.

4. Diga não às dívidas

Sempre que possível, opte pelas compras à vista. Além de ser uma forma de evitar o endividamento, você ainda pode negociar barganhas como descontos ou brindes.

5. Fuja dos impulsos

Não é porque determinado produto está em promoção que você, necessariamente, precisa dele. Mesmo diante de ofertas, você precisa ter disciplina na hora de seguir seu orçamento. Caso já tenha esgotado a cota para gastos extras, foque no seu objetivo e vença a tentação de gastar na roupa ou no eletrônico novo.

Vivo Mais Saudável Vivo Mais Saudável, informação que faz bem.

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade