6 eventos ao vivo

Voo ao Marrocos para o Mundial do Atlético-MG custa R$ 4 mil

9 ago 2013
07h17
atualizado às 07h17
  • separator
  • 0
  • comentários

O primeiro Mundial de Clubes do Atlético-MG será também o primeiro no continente africano. De 11 a 21 de dezembro, o Marrocos sedia o torneio da Federação Internacional de Futebol (Fifa). Buscando atender os torcedores atleticanos, agências de viagem preparam pacotes especiais, com visitas a sete cidades, incluindo Marrakech, onde o clube poderá disputar duas partidas. Com grande oferta de atrações, o Marrocos sai mais em conta para o turista.

Ronaldinho é a grande estrela do Atlético-MG, que participa pela primeira vez do torneio internacional
Ronaldinho é a grande estrela do Atlético-MG, que participa pela primeira vez do torneio internacional
Foto: Shutterstock

Como muitas agências oferecem viagens para o país, os preços podem variar bastante. Um pacote com duração de 12 dias, passando por sete cidades, com passagem, hospedagem e passeios incluídos, pode custar US$ 5 mil (aproximadamente R$ 11,2 mil). Já uma alternativa mais completa, com ingressos para semifinal e final incluídos e visitas a Casabalanca, Rabat e Marrakech, custa a partir de US$ 6,3 mil (cerca de R$ 14,5 mil). Embora agências estejam se organizando para oferecer pacotes mais baratos, somente o voo do aeroporto de Confins a Marrakech, com escala na Europa, custa perto dos R$ 4 mil.

Diretor comercial da Master Turismo, Lenini Lamounier afirma que a empresa mineira já conta com mais de mil pré-reservas. Como a Fifa ainda não divulgou como funcionará a venda dos ingressos, é impossível saber quantos atleticanos acompanharão o clube. Ainda assim, Lamounier está otimista com o fato do Mundial ter deixado o Japão, para onde foram 20 mil corintianos, em 2012. Comparado ao país asiático, o Marrocos é mais perto e bem mais barato. Atualmente, um dirham marroquino, a moeda local, equivale a R$ 0,27, conforme o Banco Central.

Pesa contra os torcedores do Galo um fator econômico: um dos poucos países europeus que escaparam da crise, a Alemanha tem uma equipe na competição. O Bayern, de Munique, principal adversário dos atleticanos, se chegarem à final do Mundial, representa 25% dos torcedores alemães e conta com uma torcida de alto poder aquisitivo se comparado ao dos brasileiros.

Além disso, podem chegar ao Marrocos em um terço do tempo por um valor até 10 vezes mais baixo. Estes fatores levam Lamounier a crer que naturalmente a Fifa destinará mais ingressos aos alemães. Outro ponto que complica a viagem dos brasileiros é a proximidade da data da competição com o Natal, dificultando o agendamento de voos.

Cinco clubes já estão no Mundial

Além dos favoritos Atlético-MG e Bayern Munique, mais cinco times disputarão o Mundial de Clubes. Três deles já estão classificados. O mexicano Monterrey conquistou a Liga dos Campeões da Concacaf pela terceira vez seguida e mais uma vez representará as Américas do Norte e Central no torneio (foi 5º, em 2011, e 3º, em 2012). Também experiente na competição, o Auckland City, da Nova Zelândia, venceu a Liga dos Campeões da Oceania e participará pela quinta vez do Mundial, sem nunca ter obtido um bom resultado.

Os neozelandeses farão a partida de estreia do campeonato contra o anfitrião Raja Casablanca, campeão marroquino deste ano. O vencedor do duelo enfrenta os mexicanos, e deste confronto sai o adversário do Galo. Ainda participam da Copa do Mundo de clubes um representante da África e um da Ásia- oito times em cada continente ainda disputam a vaga.

Cartola - Agência de Conteúdo - Especial para o Terra Cartola - Agência de Conteúdo - Especial para o Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade