0

Passe para estrangeiro oferece desconto em trens europeus

8 nov 2013
07h39
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Trens são algumas das grandes facilidades que a Europa oferece. Não há necessidade de fazer check-in, ninguém vai revirar a sua bagagem, você pode chegar com apenas alguns minutos de antecedência, são registrados pouco atrasos e ainda é possível apreciar a visão da paisagem de fora da janela. Não é à toa que o trem é o meio de transporte mais utilizado para viagens pelos europeus.

O conforto de viajar de trem é grande: além de ter estações centrais, de fácil acesso, raramente é solicitado qualquer documento além do ticket (exceto em caso de passes de viajante). Os trens europeus estão cada vez mais modernos, alguns oferecendo serviços de internet a bordo, restaurantes e bares.

Se você está viajando com os custos limitados, o trem noturno é uma forma de economizar uma noite de hotel. Geralmente são para viagens de longa distância e possuem cabines com camas, que são um pouco mais caras que as cabines simples (onde o passageiro vai sentado), mas oferecem ainda café-da-manhã. 

Há também os trens panorâmicos, que possuem janelas grandes para que o passageiro possa enxergar a paisagem e os trens de alta velocidade que podem chegar a 350 km/h. Estes são ideais para chegar rapidamente ao destino. Um trem da Trenitalia, por exemplo, faz o percurso Milão-Roma (cerca de 500 Km de distância) em menos de 3 horas. Além, é claro, do Eurostar Paris-Londres que chega em 2h30min. 

Em qualquer opção é necessário fazer as contas, existem companhias aéreas que oferecem tarifas baixíssimas (low cost) para viagens dentro da Europa. Apenas lembre-se de somar o deslocamento até o aeroporto, que muitas vezes não fica em áreas centrais da cidade, a bagagem, que geralmente é cobrada como custo extra e o tempo que se perde entre deslocamento, check-in, embarque e desembarque. 

Especialmente se a viagem é longa e cheia de destinos, os passes de trem oferecem as vantagens de mudar de itinerário à vontade. Enquanto tiverem lugares disponíveis no trem, o passe é válido. É importante prestar atenção nos trens que precisam de reserva de assento (geralmente para jornadas entre países diferentes). O ideal é pesquisar as rotas antes mesmo de sair do Brasil e reservar assim que chegar ao país. Vale lembrar que o Reino Unido não está incluso nos passes. 

Passes para viajantes
Os passes são uma maneira de economizar dinheiro, dependendo do tipo de viagem pretendida. Eles funcionam apenas para cidadãos não europeus e oferecem descontos para jovens, menores de 25 anos, e para adultos que viajam juntos. A compra pode ser feita em casa, através da internet.  

O Eurail Global Pass cobre viagens em 24 países europeus por dias consecutivos durante um determinado período de tempo, que pode variar de 15 dias a três meses. Ainda existe a possibilidade de comprar o passe para 10 ou 15 dias não consecutivos em dois meses. 

O preço varia, quanto mais cedo você comprar, mais barato saem os passes. Enquanto esta matéria era escrita, o Global Pass com duração de um mês, para jovens, saía por 469 euros (R$1.435,89), para viagens antes de março de 2014, e 586 euros para viagens após esta data.

O Eurail Select Pass permite ao viajante escolher três, quatro ou cinco países que fazem fronteira, em períodos de cinco a dez dias durante dois meses. Para maiores de 26 anos, este passe de dez dias para três países, em primeira classe, sai por 434 euros (R$1.328,73). Ainda há os passes regionais, que geralmente incluem dois países e os passes nacionais, para um só país. 

O German Pass, da Deutsche Bahn, varia pela quantidade de dias (de três a dez não consecutivos) e inclui viagens até Salzburgo, na Áustria e Basileia, na Suiça. Um passe de dez dias para jovens sai por 229 euros (R$701,11). O Swiss Pass dá direito a viagens de trem, ônibus e barco. O passe varia de quatro a 30 dias consecutivos, para adultos, por 15 dias sai 397 euros (R$1.215,46). 

Antes de viajar, não esqueça de validar o passe na estação de trem e estar sempre com o passaporte. 

Veja também:

BC corta Selic para 3% ao ano
Cartola - Agência de Conteúdo - Especial para o Terra Cartola - Agência de Conteúdo - Especial para o Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade