0

Exportações no segmento pet devem chegar a US$ 226 milhões

21 nov 2013
07h33
atualizado às 07h33
  • separator
  • 0
  • comentários

Com rações, brinquedos e atendimentos, entre outros produtos, a indústria pet movimenta bilhões. O Brasil deve fechar o ano com um faturamento de R$ 15,4 bilhões, um aumento de 8,1% em relação a 2012, e assim permanecer em segundo lugar em nível mundial, ao lado do Japão.

Globalmente, o setor deverá chegar à marca de US$ 102 bilhões (cerca de R$ 230 bilhões). Em primeiro lugar no mercado internacional, estão os Estados Unidos. No Brasil, o faturamento estimado do setor representa 0,34% do PIB 2013 - no ano passado, o índice foi de 0,32%. Para se ter uma ideia, a estimativa em relação ao PIB nacional é superior ao das geladeiras e freezers (0,14%), componentes elétricos e eletrônicos (0,23%) e automação industrial (0,09%).

O levantamento realizado pela Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet) aponta ainda crescimento nas exportações. De janeiro a junho de 2013, foram exportados US$ 112 milhões. Até o final deste ano, o Brasil deverá vender ao mercado externo cerca de US$ 226,4 milhões. Em 2012, as exportações brasileiras tiveram alta de 11,7%, com uma receita de US$ 184,329 milhões.

A cada ano, são produzidas no país 2 milhões de toneladas de pet food, por um parque de cerca de 500 mil indústrias. “No entanto, ainda possuímos quatro gargalos: fiscal, regulatório, de inteligência de mercado e de governança da cadeia. Se esses gargalos não existissem, seríamos grandes exportadores”, afirma o presidente executivo da Abinpet, José Edson Galvão de França. A alta carga tributária do setor, que corresponde a cerca de 50% do preço final, é outra queixa da entidade. Uma simulação de redução de 30% traria um aumento de 12,2% no faturamento total alcançando R$ 23,1 bilhões só 2013, aponta a Abinpet.

Produtos
Segundo Kika Menezes, consultora na área pet, o Brasil exporta equipamentos como secadores e linhas de cosméticos para pets, como xampus. Já em relação à importação, o país compra tosqueadoras - máquinas para tosa de pelos - e tesouras, principalmente de países como Estados Unidos e Japão. De acordo com Kika, a China vem se tornando ou parceiro importante neste mercado. De janeiro a junho de 2013, foram importados US$ 7,6 milhões em pet food.

Mais gatos
No Brasil existem aproximadamente 37,1 milhões de cães e 21,3 milhões de gatos, segundo dados de 2012 da Abinpet. Apesar do número de cães também ter aumentado – em 2011, eram 35,7 milhões -, o crescimento de gatos de estimação é ainda maior: 8,19% em relação a 2011. A estatística reflete a procura por esse tipo de animal em grandes cidades, onde a vida em apartamentos requer pets menores e mais independentes. 

Cartola - Agência de Conteúdo - Especial para o Terra Cartola - Agência de Conteúdo - Especial para o Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade