inclusão de arquivo javascript

 

 
 

Economia » Notícias

 Fiesp diz que aumento da Selic é um erro

19 de janeiro de 2011 • 19h52 •  atualizado 20h14

A Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) afirmou nesta quarta-feira que considera um erro o Banco Central (BC) ter elevado a taxa básica de juros (Selic) em 0,5 ponto percentual, para 11,25% ao ano.

Segundo a federação, em 2011, o governo federal vai gastar R$ 200 bilhões de juros. A Fiesp compara que, para a Saúde, o País terá R$ 72 bilhões e para Educação, R$ 60 bilhões. Segundo a Fiesp, cada meio ponto percentual a mais na taxa Selic representa despesa pública anual adicional de R$ 9 bilhões.

"O Banco Central do Brasil além de cuidar da moeda deveria se preocupar também com o emprego e crescimento econômico, que serão penalizados por esta decisão de aumento dos juros", disse o presidente da Fiesp, Paulo Skaf.

Redação Terra
Todos os direitos de reprodução e representação reservados.
 
 
 
 
 
 
Disculpe, seu navegador não aceita frames<a href="www.terra.com.br"> terra </a>