publicidade
22 de fevereiro de 2012 • 10h46

Mineradora Rio Tinto descobre diamante rosa de 12 quilates

Pedra bruta de 12,76 quilates foi encontrada em uma mina de diamantes na região de Kimberley, na Austrália Foto: AFP
Pedra bruta de 12,76 quilates foi encontrada em uma mina de diamantes na região de Kimberley, na Austrália
Foto: AFP
 

A gigante anglo-australiana da mineração Rio Tinto anunciou nesta quarta-feira a descoberta de um diamante rosa "notável", de quase 13 quilates, que apresenta como a pedra mais rara e preciosa encontrada até agora na Austrália. Cada quilate é equivalente a 200 mg.

Batizada de "Argyle Pink Jubilee" (Jubileu Rosa Argyle), a pedra bruta de 12,76 quilates foi encontrada em uma mina de diamantes explorada pela Rio Tinto na região de Kimberley, no Oeste do país.

"Um diamante deste calibre não tem precedente na Austrália", declarou Josephine Johnson, da divisão Argyle Pink Diamonds. "Esperamos 26 anos para extrair esta pedra e talvez não voltemos a ver outra semelhante", completou.

A pedra, cujo nome é uma referência ao jubileu de diamante da rainha Elizabeth II, chefe de Estado da Austrália, tem um tom rosa claro, parecido com o Williamson Pink (24 quilates) oferecido à soberana em seu casamento com o duque de Edimburgo em 1947. O Williamson foi descoberto no mesmo ano na Tanzânia.

AFP