Mc Donald's esgota estratégias para vendas, impactadas pela crise

ZONAS - América Latina

BRASIL
  • separator
  •  
  • comentários

O McDonald's está esgotando suas estratégias de rápida solução para travar a queda nas vendas nos restaurantes dos Estados Unidos, castigadas pelo acirramento da concorrência por clientes que estão contando os centavos em uma fraca recuperação econômica.

A maior rede de restaurantes do mundo por receita recebeu clientes no dia de Natal e mudou a oferta limitada de seu sanduíche McRib em dezembro para evitar um grande declínio no final do ano nos restaurantes dos EUA. Mas parece que a companhia está exausta de utilizar tais táticas.

"Não há curativos para janeiro, fevereiro e março", disse Richard Adams, um ex-franqueado do Mc Donald's que agora assessora operadores de restaurantes da rede.

O McDonald's divulga as vendas e resultados do quarto trimestre na quarta-feira. Em média, analistas esperam lucro de US$ 1,33 por ação, estável em relação ao ano anterior, de acordo com a Thomson Reuters I/B/E/S.

Um acidente de rota no final do ano passado colocou em perigo a estabelecida dominância da companhia sobre a indústria de fast-food e aumentou a pressão sobre o presidente-executivo Don Thompson.

O executivo assumiu em julho, no momento em que concorrentes como Wendy's e Burger King imitavam a estratégia de recuperação doMcDonald's como menus expandidos e restaurantes renovados.

O presidente já havia modificado a diretoria, ao substituir presidente de operações dos EUA uma semana após a empresa registrar, em outubro, um declínio nas vendas globais mensais em restaurantes estabelecidos - a primeira queda em nove anos.

Peter Jankovskis, co-diretor de investimentos na Oakbrook Investments, que possui ações McDonald's, mantém a fé. "Temos toda a confiança de que o McDonald's vai enfrentar o desafio", disse ele.

Maior rede de restaurantes do mundo por receita recebeu clientes no dia de Natal para evitar grande declínio no final do ano nos EUA
Maior rede de restaurantes do mundo por receita recebeu clientes no dia de Natal para evitar grande declínio no final do ano nos EUA
Foto: Getty Images
Reuters News

compartilhe

publicidade
publicidade