5 eventos ao vivo

Lula vai criticar protecionismo em conversa com Obama

13 mar 2009
14h47

Marina Mello
Direto de Brasília

As medidas protecionistas já adotadas pelos Estados Unidos para conter os efeitos da crise internacional serão criticadas pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva no encontro com o presidente Barack Obama.

O presidente brasileiro, que segue para uma visita aos EUA amanhã, voltou a criticar nesta sexta-feira o uso de ações protecionistas como saída para a crise.

O presidente afirmou ainda que vai pedir para que Obama se empenhe para que seja retomada a Rodada de Doha.

"Uma das coisas que temos que discutir é que precisamos retomar a Rodada de Doha. Nós precisamos deixar claro que o protecionismo pode ajudar momentaneamente, mas no médio prazo o protecionismo será um desastre para a economia mundial. O Brasil é contra a volta do protecionismo", afirmou o presidente.

"Não é possível que o mundo rico, que passou meio século dizendo que era preciso ter livre comércio, criaram a globalização, derrubaram o muro de Berlim, agora no primeiro calo que começa a doer, eles acham que tem que voltar o protecionismo. O que precisa fazer é que os países ricos precisam aprender a tomar conta dos seus países", criticou o presidente.

» Entenda a Rodada de Doha


» Entenda a crise do crédito

»

Opine sobre a crise nos mercados financeiros
Fonte: Invertia Invertia
publicidade