0

Impostos no Brasil estão entre os mais altos do mundo

Conheça os principais impostos no Brasil e veja como se planejar para lidar com os altos valores sem imprevistos.

12 nov 2015
15h43
  • separator
  • comentários

Os impostos no Brasil , em todas as suas esferas - federal, estadual e municipal -, são consideravelmente altos. O país está entre os com as maiores cargas tributárias do mundo. Apesar disso, o retorno fica bem abaixo do esperado.

Segundo um estudo divulgado pelo Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (BPT), no início de 2015, o Brasil é o país onde os impostos arrecadados menos se convertem em serviços públicos de qualidade à população. Entre os 30 países com as taxas tributárias mais altas, o Brasil ficou pela quinta vez consecutiva na última colocação do ranking.

Entenda que outros impactos os tributos causam no seu dia a dia.

Alta tributária exige planejamento financeiro.
Alta tributária exige planejamento financeiro.
Foto: iStock/Getty Images / Vivo Mais Saudável

Principais impostos no Brasil

Os impostos no Brasil, pagos por todos os cidadãos do país, são classificados de acordo com a instância do governo que os arrecada, seja o município, o estado ou a federação. O tributo é determinado como um valor em dinheiro, calculado geralmente a partir de percentuais sobre um fator gerador , que pode ser patrimonial, de renda ou de consumo.

No imposto patrimonial , as taxas incindem sobre determinado bem, como é o caso do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), do Imposto sobre a Propriedade de (IPVA) e do Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural (ITR)

Já o imposto sobre a renda é calculado considerando os ganhos de uma pessoa, seja física ou jurídica, durante determinado período. É o caso, por exemplo, do Imposto de Renda .

No consumo , os valores são cobrados de forma indireta. Ou seja, quando uma pessoa adquire determinado produto ou serviço, ela paga uma taxa que já está embutida no valor da compra.

Os principais impostos no Brasil, no âmbito federal , são:

- Fundo de Garantia do Tempo de Serviço ( FGTS ), em que um percentual do salário de cada trabalhador é descontado

- Instituto Nacional do Seguro Social ( INSS ), que também cobra um percentual do salário para assistência à

- Programas de Integração Social e de Formação do Patrimônio do Servidor Público ( PIS/Pasep ), que é cobrado das empresas.

Entre os impostos estaduais mais importantes está o IPVA e, entre os impostos municipais, o IPTU .

Como lidar com os altos impostos

Com as altas taxas dos impostos no Brasil, é preciso organizar as finanças pessoais para conseguir arcar com os tributos sem prejudicar a vida financeira. Conforme o consultor financeiro Erasmo Vieira, “como pagamos muitos impostos, sobra menos para comprarmos outras coisas. É como se a renda fosse menor ”.

Entretanto, isso não deve causar descontrole, pois as taxas também podem e devem ser programadas junto com o resto do planejamento financeiro . “Impostos mais caros, que corroem sua renda, não são motivo para se fazer dívidas. Cada pessoa ou empresa deve organizar seu orçamento para viver melhor com seu dinheiro”, lembra Vieira.

O consultor ainda indica que todos usem uma para fazer o controle mensal das suas finanças, prevendo os gastos e ganhos de cada mês. Com isso, é possível se preparar melhor e evitar imprevistos na hora de pagar os impostos no Brasil.

Vivo Mais Saudável Vivo Mais Saudável, informação que faz bem.

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade