publicidade
04 de janeiro de 2013 • 08h09

Hora de voo em helicóptero pode custar R$ 3,2 mil em SP

São Paulo concentra maior frota de helicópteros do País, com 602 aeronaves na Capital
Foto: Keiny Andrade / Getty Images
 

São Paulo é a cidade com o maior número de helicópteros no País. Segundo a Associação Brasileira de Táxis Aéreos (ABTAer), são 602 aeronaves só na capital paulista. O número representa quase o total de helicópteros existentes em todo o estado - 631, conforme o Anuário Brasileiro de Aviação Geral 2012, elaborado pela Associação Brasileira de Aviação Geral (Abag) - e é quase metade da frota brasileira, que conta com 1.654 aeronaves desse tipo. Os serviços oferecidos pelas empresas que trabalham nesse setor podem variar, assim como o custo de cada hora de deslocamento.



O meio de transporte aéreo pode, ainda, servir de alternativa para quem está preso no trânsito e não pode perder um compromisso importante. Mesmo caro, o preço pode compensar se houver risco de perder um negócio. O comandande Jorge Bitar Neto, diretor presidente da Helimarte, explica que alguns clientes constumam solicitar esse serviço de emergência. Caso haja aeronave disponível, a empresa localiza o heliponto mais próximo, informa ao cliente e conclui a operação. "Se o helicóptero for muito burocrático, perde o sentido de existir", afirma Bitar Neto.



As solicitações emergenciais são feitas geralmente por clientes usuais da empresa. Para os voos do dia a dia, o comandante explica que o procedimento é feito por demanda. Basta ligar, informar dados pessoais, número de passageiros (que vai ajudar a definir o tipo de aeronave, com três, quatro ou cinco lugares), horário e trajeto de deslocamento. O cliente pode embarcar no aeroporto ou em um dos helipontos espalhados pela cidade - a logística de obter autorização para isso é realizada pela empresa. "A ideia de que alugar um helicóptero é complicado é mito. É muito simples", garante Bitar Neto. Na Helimarte, o valor da hora de voo é R$ 1,8 mil para três pessoas, R$ 2,4 mil para quatro pessoas e R$ 3,2 mil para cinco passageiros.



Alguns clientes compram horas de voos previamente, por meio de um plano premium. Nesses pacotes, o valor da hora tem desconto, e o cliente conta com vantagens como mobilidade de aeronave - mesmo que o plano seja para três passageiros, ele pode, eventualmente, reservar uma com quatro lugares (o desconto das horas sofrerá um acréscimo proporcional). Outras empresas oferecem planos mensais. Na Helimarte, Bitar Neto explica que os pacotes podem sem adquiridos com 20, 40 e até 60 horas de voo.



Com nove helicópteros à disposição, a Helimarte realiza, em média, 13 decolagens por dia. A maioria dos deslocamentos, segundo o comandante, é realizada dentro da própria cidade de São Paulo, com algumas viagens para cidades vizinhas, e serve pessoas que viajam a trabalho. O atendimento é realizado 24 horas por dia, mas as operações se concentram entre 6h e 23h, horário de funcionamento do Aeroporto Campo de Marte, que abriga a maior frota de helicópteros do Brasil e está localizado na zona norte de São Paulo. Já para decolagens durante a madrugada, Bitar Neto explica que é necessário pré-programar o voo.

Cartola - Agência de Conteúdo - Especial para o Terra Cartola - Agência de Conteúdo - Especial para o Terra