0

Franquia de cursos aposta no crescimento da plataforma Apple

16 jul 2012
07h53

Segundo dados da Gartner, consultoria da área de tecnologia, a fatia de mercado dos computadores Macintosh, da Apple, aumentou 10,6% no mundo em 2011. Analisando essa tendência de crescimento global da plataforma, Eloy Tuffi, dono da rede de ensino de informática Microcamp, decidiu criar a McTech, que tem como proposta oferecer cursos exclusivos para usuários da Apple.

Nova rede McTech tem como proposta oferecer cursos exclusivos para a plataforma Apple
Nova rede McTech tem como proposta oferecer cursos exclusivos para a plataforma Apple
Foto: Divulgação



"Desde que nós começamos a trabalhar com o ensino de informática, a tecnologia vem mudando. E uma das tendências que observamos foi a popularização fora do Brasil da plataforma Apple", explica João Carlos Abadde, diretor de franquias da McTech e da Microcamp.

Ele conta que o interesse veio da análise do mercado externo e do estudo de pesquisas - como a da consultoria americana Harris Interactive, que aponta a Apple como a marca mais respeitada nos Estados Unidos. Além disso, os produtos da Apple estão no imaginário popular graças à forte presença na mídia, como em filmes e seriados. "É um público diferente do que estávamos acostumados na Microcamp, mas é um nicho que não poderia ser desprezado, por ter grande potencial", aponta João.

O conceito da McTech é trazer cursos e treinamentos específicos para os usuários do sistema e dos softwares da Apple. "Não só para o usuário doméstico, mas também para aqueles que utilizam a plataforma como ferramenta de trabalho, principalmente na área de design e publicidade, que já adota com bastante intensidade a plataforma", explica João. A partir do segundo semestre, a empresa passará a oferecer, também, aulas de inglês e cursos voltados para desenvolvimento de aplicativos para tablets e celulares.

Interatividade
Em operação desde dezembro de 2011, e lançada oficialmente na feira da Associação Brasileira de Franchising (ABF) em junho, a nova marca procura se destacar pela interatividade. "Vamos tornar as aulas cada vez mais dinâmicas. Temos apostado em vários recursos como lousa digital e aplicativos", revela João. Nas aulas de inglês, por exemplo, o aluno poderá fazer os exercícios no smartphone ou no tablet por meio de um aplicativo.

O treinamento dos profissionais da McTech também acompanha o conceito da marca. "Nossos profissionais estão sendo treinados por empresas credenciadas pela Apple. Além disso, é imprescindível que o profissional tenha um perfil de bom comunicador", diz João.

Os primeiros resultados já começam a aparecer. "A procura tem sido muito grande, pois hoje a Apple é o desejo, tanto doméstico, quanto profissional. E isso acaba dando aos cursos da McTech uma atratividade natural", completa.

Rede de franquias
Com três unidades próprias na cidade de São Paulo, e três unidades franqueadas em fase de implantação no interior, a rede não apresenta um projeto ousado de expansão. "Esse projeto é diferenciado, por isso o plano de expansão não é muito grande. Queremos abrir no máximo 50 pontos de venda em dois anos. Queremos focar na qualidade de cada unidade e preservar os territórios", justifica João. Por ter seu foco na classe B, a operação tem como prioridade as regiões Sudeste e Sul do País.

"Além da nossa experiência na área de ensino, a vantagem para quem se tornar um franqueado é a de entrar em um negócio no início, no qual ele tem todas as oportunidades em aberto", assinala João. Para ele, o maior desafio do franqueado será absorver o conceito de interatividade e tornar o seu ponto de venda o mais interativo possível. "Procuramos franqueados com o espírito empreendedor, arrojados e que estejam sempre atentos ao publico jovem, que está sempre em busca de novidades e interação", diz João.

McTech em números
Setor: educação
Resumo do negócio: rede de escolas de informática com foco na plataforma Apple
Número de unidades: 6
Unidades próprias: 3
Unidades franqueadas: 3
Faturamento médio mensal: R$ 140 mil (unidade pequena)
Taxa de franquia cobrada : R$ 30 mil
Taxa de royalties: 15% sobre faturamento líquido
Taxa de propaganda: não cobram
Capital necessário para instalação: R$ 120 mil
Capital de giro : R$ 110 mil
Prazo de retorno estimado: de 18 a 24 meses
Principais concorrentes: não existem concorrentes específicos para plataforma Mac


















Fonte: Cross Content

compartilhe

publicidade
publicidade