publicidade
15 de março de 2012 • 07h53

'Forbes': designer e brasileiro estão entre "futuros" bilionários

Designer de moda deve se tornar bilionária em um futuro próximo
Foto: Getty Images
 

A revista americana Forbes divulgou uma lista com milionários que, em um "futuro próximo", devem entrar na lista dos bilionários da revista. Dentre os destaques, está a designer de moda Tory Burch, com uma fortuna avaliada em apenas "US$ 800 milhões", em primeiro lugar da lista, e o empresário brasileiro Oskar Metsavaht, que ficou em 10º.

A designer Tory Burch, que trabalhou para as conceituadas Ralph Lauren e Vera Wang antes de criar a marca que leva seu nome, é a primeira na lista dos futuros bilionários, conforme a Forbes. Em segundo lugar vem um dos fundadores do grupo Alibaba, Joseph Tsai, também com um patrimônio de US$ 800 milhões.

Em terceiro lugar está o designer de joias e relógios Michael Kors, com fortuna estimada em R$ 780 milhões. Na sequência aparece o presidente da empresa farmacêutica Aspen, com patrimônio de US$ 720 milhões. Em quinto lugar está o proprietário da rede de cafeterias Cafe Coffee Day, V.G. Siddartha, com fortuna deUS$ 700 milhões. Já os alemães Marc e Oliver Samwer, que fizeram fortuna na internet, aparecem com US$ 650 milhões e participações no Groupon, Home-Away e LinkedIn, diz a revista.

O investidor Bill Foley, com US$ 600 milhões, é o sétimo da lista, seguido do piloto de F-1 Michael Schumacher, com patrimônio de US$ 520 milhões. O milionário checo Ivo Lukacovic, dono do maior provedor de internet de seu país, fica em nono lugar com US$ 500 milhões. O brasileiro Oskar Metsavaht, dono da marca Osklen, com 64 lojas no País e nove no exterior, ficou em 10º lugar devido ao patrimônio de US$ 400 milhões.

Em 11º está o programador Daniel Ek criador do site Spotify, com patrimônio de US$ 300 milhões. Em 12º vem Strive Masiyiwa, empresário do Zimbábue do ramo de telecomunicações. A executiva do Facebook, Sheryl Sandberg, apesar de seu patrimônio de cerca de US$ 100 milhões, é apontada como uma futura bilionária pelaForbes. O crescimento do patrimônio deve ocorrer quando a empresa passar a negociar ações em bolsa de valores.

Terra