0

Black Friday 2014 traz selo de qualidade aos participantes

11 nov 2014
13h00
  • separator
  • 0
  • comentários

Como forma de impulsionar ainda mais a Black Friday no Brasil e fortalecer a confiança do consumidor no evento online, a Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico (Câmara e-net) reeditou um código de ética que garante o selo “Black Friday Legal” às lojas virtuais que aderirem. As empresas que detêm o selo se comprometem a oferecer descontos reais em seus produtos e não maquiar preços durante a data.

Para fortalecer a confiança do consumidor na Black Friday, a Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico (Câmara e-net) reeditou um código de ética que garante o selo Black Friday Legal às lojas virtuais que aderirem ao evento
Para fortalecer a confiança do consumidor na Black Friday, a Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico (Câmara e-net) reeditou um código de ética que garante o selo Black Friday Legal às lojas virtuais que aderirem ao evento
Foto: Canadapanda / Shutterstock

E-commerce espera faturar R$ 1,2 bi com a Black Friday

O termo já foi assinado por 96 empresas e a expectativa é de chegar a 150 lojas virtuais. De acordo com dados do E-bit, consultoria especializada em informações sobre o comércio eletrônico, a previsão é de que a Black Friday 2014 alcance um faturamento de R$ 1,2 bilhão, considerando 20 mil lojas online participantes da ação.

O código de ética expõe ainda artigos sobre ofertas e direitos dos usuários, direitos e deveres dos sites, envio de e-mail marketing, atendimento ao cliente e punições aos infratores.

Fonte: Dialoog Comunicação
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade