0

Produção e consumo caem e estoque se mantém elevado

25 nov 2015
10h00
  • separator
  • 0
  • comentários

A produção industrial teve mais uma queda em outubro e os estoques continuam elevados. O índice de evolução da produção atingiu  44,6 pontos enquanto o de estoque efetivo em relação ao planejado assinalou 52 pontos. As informações são da Sondagem Industrial divulgada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) nesta segunda-feira (23). Os indicadores variam de zero a cem pontos. Valores abaixo de 50 indicam queda na produção e estoques abaixo do planejado. 

De acordo com a pesquisa, a produção industrial manteve a tendência de queda, mesmo sendo usual um crescimento na comparação com setembro. “O período mais favorável não evitou a queda na produção, mas a tornou menos intensa”, destaca o documento. Isso porque o índice de evolução da produção, que registrou 42 pontos em setembro, cresceu em outubro e está mais próximo dos 50 pontos.

A indústria operou, em média, com 66% da utilização da capacidade instalada, sete pontos percentuais abaixo do registrado em outubro de 2014. O fraco desempenho e a queda do consumo continua reduzindo o emprego no setor. O índice de evolução do número de empregados assinalou 42,2 pontos em outubro. Indicadores abaixo de 50 pontos sinaliza queda no emprego.

A sondagem industrial mostra que empresários continuam pessimistas em relação ao consumo,​ ​às compras de matérias-primas, ao número de empregados e à intenção de investimento
A sondagem industrial mostra que empresários continuam pessimistas em relação ao consumo,​ ​às compras de matérias-primas, ao número de empregados e à intenção de investimento
Foto: FreeDigitalFotos - Sailon

EXPECTATIVAS – Em novembro, as perspectivas dos empresários em relação à demanda, às compras de matéria-prima, ao número de empregados e aos investimentos continuaram negativas, com indicadores abaixo da linha dos 50 pontos. Enquanto o índice de números de empregados ficou em 40,5 pontos neste mês, o de demanda assinalou 43,5 pontos e o de compras de matéria-prima registrou 41,4 pontos. O indicador de intenção de investimentos foi de 40,8 pontos.

A Sondagem Industrial foi feita entre 2 e 12 de novembro, com 2.406 indústrias de todo o país. Dessas, mil são pequenas, 870 são médias e 536 são de grande porte.

(fonte: CNI)

 

Fonte: Squimb Conteúdo
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade