Economia

publicidade
23 de março de 2012 • 08h04

Cursos de MBA e pós-graduação ajudam a empreender melhor

Quem quer fazer um curso focado em empreendedorismo pode escolher entre opções de curta e média - entre eles MBAs e pós-graduação
Foto: Shutterstock / Especial para Terra
 

As primeiras gerações de empreendedores de pequenas e microempresas se orgulham de haver aprendido a lidar com os negócios na chamada "escola da vida". Mas o time que vem abrindo novos negócios com êxito se reforça cada vez mais com o que a educação formal oferece de melhor a quem pensa em empreender. Além do curso de administração, visto como porta de entrada para a gestão eficiente de um negócio, já é possível encontrar especializações específicas voltadas ao empreendedorismo.



"Isso é prova de que a cultura empreendedora ganhou corpo no País. Há 20 anos, quando me formei em administração, esta nem sequer era um tema da grade curricular", afirma Adir Ribeiro, professor e presidente-fundador da Praxis Education - consultoria especializada em educação corporativa.



Instituições de ensino renomadas como a Fundação Getúlio Vargas (FGV), a Fundação Dom Cabral (FDC) e o Insper possuem centros de empreendedorismo, que são espaços de estudo sobre o tema e de divulgação de pesquisas e dados sobre o assunto. Há desde cursos modulados com menor duração à pós-graduação clássica - especializacão, mestrado e doutorado - e

Master in Business Administration

(MBA).



Para Ribeiro, os futuros empresários cada vez mais tem consciência de que não é fácil empreender. "Aquela coisa romântica de que ter a própria empresa é a saída para todos os problemas não existe mais. A maioria já sabe o quanto é difícil virar patrão", afirma.



Ribeiro diz que o empresário que procura aperfeiçoamento na academia depois de já ter começado a operar a sua empresa aumenta a capacidade de análise crítica. "Com uma visão mais madura do que é uma empresa, de fato ele consegue compreender a teoria sabendo aquilo que pode, e deve, ser aplicado ao seu negócio e aquilo que não se encaixa", pondera.



Ele avalia que universitários que tenham acabado de sair, por exemplo, do curso de administração e queiram partir direto para uma pós em empreendedorismo sem ter tido a experiência de empreender de fato talvez não aproveitem o curso como poderiam. "Nesse caso, a falta bagagem e vivência da realidade podem gerar grande ansiedade no aluno", aponta.



Outra vantagem de apostar em educação é melhorar o

network

. Seja com professores - que geralmente atuam no mercado corporativo - ou com os colegas, vale a pena trocar experiências e sair um pouco da rotina da empresa. Isso além, claro, de estar em contato com requisitos básicos como aprender a gerir melhor o negócio e a pensar de maneira estratégica.



Cursos com foco em empreendedorismo

A Faculdade Instituto Administração (FIA), de São Paulo, oferece o MBA Gestão e Empreendedorismo Social. O curso é voltado para profissionais e lideranças que atuam no terceiro setor e tem duração de 17 meses. As aulas são presenciais e ministradas na sede da FIA.



A unidade do Rio de Janeiro da Fundação Getúlio Vargas (FGV) oferece o MBA em Empreendedorismo e Desenvolvimento de Novos Negócios. O público-alvo do curso - que tem carga horária de 432 horas ¿ é formado por empreendedores - pequenos, médios e grandes. Durante as aulas, são ensinadas uma série de técnicas e metodologias de gestão e administração que ajudam na rotina da empresa. Os alunos também têm a chance de analisar empresas de diversos portes e conhecer, na prática, como se aplica aquilo que aprendem em sala de aula.



Já o Senac oferece pós-graduação em Gestão Empreendedora, à distância. O curso destina-se tanto a profissionais que desejam abrir a própria empresa quanto àqueles que gostariam de implantar estratégias empreendedoras nas empresas da qual são colaboradores ou proprietários. A carga é de 366 horas, sendo obrigatória a participação em três encontros presenciais de avaliação.



O B.I. Internacional possui o Master em Empreendedorismo e Inovação (MEI). As aulas são ministradas na sede da escola, em São Paulo, em regime de imersão, em seis encontros trimestrais. O diferencial deste curso é o foco em inovação. Os objetivos são aperfeiçoar habilidades e aprofundar conhecimentos de inovação tecnológica e gestão de tecnologia.



Cross Content
Especial para o Terra
Terra Terra