PUBLICIDADE

Consumidor deve gastar R$ 61 em presentes no Dia das Mães

3 mai 2013 - 07h11
(atualizado às 07h11)
Compartilhar
Exibir comentários

Com forte apelo emocional, o Dia das Mães supera o sentimento cauteloso do mercado e deve registrar aumento no volume de vendas, neste ano. Otimista, a Associação Brasileira de Lojistas de Shoppings (Alshop) aposta num crescimento de 6%, enquanto a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (Fecomercio-SP) acredita que o índice de 3,5%, registrado em 2012, deva se manter.

As previsões modestas para a segunda data mais importante do varejo se devem ao nível de comprometimento da renda das famílias. “Em consequência da elevação dos preços de bens não duráveis e de gasto imediato, que não podem ser financiados, a renda disponível se torna menor e pode intimidar o nível de endividamento com o presente”, justifica Fernanda Della Rosa, assessora econômica da Fecomercio-SP.

Ainda de acordo com o índice da Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (PEIC), o percentual de famílias que tem mais de 50% de sua renda comprometida dobrou nos últimos quatro meses, alcançando a marca de 21%. Esse resultado induz a agir com atenção, pois sem planejar o orçamento, consumidores poderão converter as compras em inadimplência.

Dados do Índice de Confiança do Consumidor (ICC) - que mede a segurança do consumidor em relação ao país, economia e perspectiva de crescimento, e sua situação financeira, atual ou futura - também ajudam a explicar os números para o Dia das Mães. O instrumento econômico, que vai de zero a duzentos, teve queda de 5,8% em relação ao ano passado, passando de 165,8 para 160, em 2013.

Apostas

No segundo domingo de maio, a expectativa do comércio é de que o ticket médio seja de R$ 61, conforme previsão da Fecomercio-SP. Produtos dos setores de vestuário, calçados e acessórios são bem cotados para rechear o embrulho da mamãe. “Sempre que há um momento mais cauteloso e recessivo, o vestuário vai bem, pois é um segmento dinâmico que acomoda o orçamento de todo consumidor e tem produtos para todos os gostos”, explica Fernanda.

Fonte: Agência Hélice
Fonte: Terra
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Seu Terra












Publicidade