1 evento ao vivo

Casal aposta em carro de esmaltes e fatura R$ 10 mil mensais

4 jun 2012
08h06

A febre dos esmaltes não dá sinais de que é moda passageira. De acordo com dados de 2010 do Instituto Euromonitor, o Brasil é o segundo país que mais consome esmaltes no mundo, atrás apenas dos Estados Unidos. Com a percepção do segmento aquecido, aliada à afinidade com o produto, a paulista Keler Dias e o marido, Nelson Brandão, abriram em agosto de 2011 a KD Esmaltes. A peculiaridade do negócio fica por conta do "ponto de venda": um carro customizado que circula por São Paulo e por Taubaté, Caçapava e São José dos Campos, todas no interior paulista, atraindo clientela e ajudando no faturamento que hoje chega na casa dos R$ 10 mil mensais.

Com paradas em pontos fixos a cada 15 dias, o carro da KD Esmaltes, do casal Keler Dias e Nelson Brandão, atende entre 300 e 400 clientes por mês
Com paradas em pontos fixos a cada 15 dias, o carro da KD Esmaltes, do casal Keler Dias e Nelson Brandão, atende entre 300 e 400 clientes por mês
Foto: Divulgação



Além da loja itinerante, o casal também vende pela internet. Enquanto ele cuida das finanças da empresa - e se dedica a outros projetos -, ela dirige o carro pela capital paulista. Também é responsável por pesquisar lançamentos e tendências e atua como uma espécie de conselheira das clientes, que estão em busca constante de novidades. "Leio muito a respeito e testo todos os produtos antes", diz Keler.



A opção pelo carro aconteceu por dois motivos. Primeiramente porque o investimento necessário para uma loja física seria maior - o que inviabilizaria o negócio por mais um ano e meio. Em segundo lugar, porque Keler se lembrou que já tinha visto boutiques itinerantes em outras cidades, mas nunca de esmaltes. "Foi uma maneira de me diferenciar da concorrência", explica. "Com o carro, agregamos valor ao nosso produto, pela comodidade de irmos até a cliente", acrescenta Nelson.



A história do casal com o empreendedorismo veio junto com a KD, já que esse é o primeiro negócio próprio de ambos. Keler havia trabalhado por cinco anos no ramo de logística - o que a deixou familiarizada com a questão do estoque, compra e venda - e mais um ano em uma empresa de comércio eletrônico - de onde tirou experiência para vender pela internet. Sem formação específica em negócios, ela fez um curso online do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).



A empresa tem um faturamento mensal de R$ 10 mil, mas espera chegar a R$ 15 mil por mês até o final do ano. Nelson explica que, pelas estimativas, o retorno do investimento deverá acontecer nos próximos dois anos, período em que esperam alavancar o faturamento para R$ 40 mil por mês. O casal conta com cinco pessoas para auxiliar a venda no carro itinerante, que não é customizado fora da capital.



O número de clientes varia de 300 a 400 por mês. "É um mercado que está crescendo no mundo todo. Hoje, a massa da população brasileira pode consumir beleza, ainda mais esmaltes, produto de baixo valor", afirma Nelson.



Dicas para quem deseja empreender
Para os futuros empreendedores, o principal conselho de ambos é ser perseverante, ainda mais quando se trata de uma empresa que traz algo inovador, como é o caso do carro itinerante da KD Esmaltes. Nelson explica que no começo é comum os consumidores terem receio do novo e que é preciso ter paciência para lidar com isso. A divulgação da KD acontece principalmente em blogs especializados e no famoso "boca a boca".

E, para quem ainda acha que ser o próprio patrão significa menos horas de trabalho, o casal afirma que não. "Agora trabalho mais do que quando era empregada. Mas, por um lado, sei que todo o meu esforço volta para mim, o que não acontece quando você é funcionário", esclarece Keler.

A atenção ao cliente é outro ponto citado por Keler e Nelson. Ela, que atendia ao público no início da carreira, e depois se afastou desse contato direto, se "encontrou" fazendo isso novamente. "A prestação de serviço é mais do que só atendimento. Pode ser também um diferencial", opina Nelson.
Fonte: Cross Content

compartilhe

publicidade