4 eventos ao vivo

SP: feira mostra jatos executivos que batem quase 1.000 km/h

A 10ª edição de Labace tem aeronaves de US$ 795 mil a US$ 64,5 milhões

16 ago 2013
10h34
atualizado em 4/12/2013 às 19h50
  • separator
  • comentários

A 10ª edição da Labace, maior feira de aviação executiva da América Latina, reúne em São Paulo opções para transporte aéreo, desde o Cirrus SR22, que leva cinco pessoas e custa US$ 795 mil (R$ 1,8 milhão), até o Gulstream G650, que pode levar até 18 passageiros, tem velocidade máxima de quase 1.000 km/h e não sai por menos de US$ 64,5 milhões (R$ 151 milhões).

Entre os gigantes se destacam também o Bombardier Global 6000, de US$ 60 milhões (R$ 140 milhões), e o Dassault Falcon 7X, com preço estimado de US$ 52 milhões (R$ 121 milhões). A lista das aeronaves de luxo também tem um representante nacional, o Embraer Lineage 1000, que pode ser adquirido por US$ 55 milhões (R$ 128 milhões), com a maioria dos opcionais.

De acordo com o gerente de comunicação da Dassault Falcon, Andrew Ponzoni, o jato de três motores Falcon 7X é “muito popular” no Brasil. “Ele pode conectar São Paulo com o sul dos Estados Unidos sem escalas, principalmente a Flórida, que é bastante procurada por brasileiros, assim como a Europa. Para a China ele faz uma única parada”, afirmou.

A Dassault tem cinco unidades da linha Falcon para serem entregues neste ano no Brasil. O mais novo modelo foi apresentado na Labace pela primeira vez, depois de receber certificação no primeiro trimestre. O 2000S tem alcance para até 6,2 mil km a uma velocidade de cruzeiro de 850 km/h e custa cerca de US$ 27 milhões (R$ 63 milhões).

Com 30 metros de comprimento, o Global 6000 é um dos “gigantes” da feira – fica atrás apenas do Lineage 1000 e do G650. A aeronave de longo alcance pode levar oito passageiros e tripulação de até quatro de São Paulo a Genebra, na Suíça, sem paradas, com autonomia para 11.112 km. Uma das principais rivais da Embraer, a Bombardier também mostra no evento em São Paulo o Learjet 45 XR e os modelos Challenger 300 e 605.

O maior de todos na feira é o Lineage 1000, que tem 36 metros de comprimento. O modelo é basicamente um avião comercial (E190) transformado para uso particular. São 70 metros quadrados de área e cinco ambientes, que podem ser isolados com o fechamento de portas eletrônicas – há opção de instalar um chuveiro no banheiro. Atualmente 14 aeronaves deste tipo voam no mundo – nenhuma no Brasil.

Completa a linha de frente das máquinas voadoras o Gulfstream G650, que aparece pela primeira vez no evento. Considerado o jato civil mais rápido do mundo, o G650 tem velocidade máxima operacional de cruzeiro de 982 km/h (0.925 Mach). A aeronave de longo alcance é capaz de levar oito passageiros e tripulação de quatro pessoas em um trajeto sem escalas de até 12.964 km - de Londres a Buenos Aires, por exemplo.

O interior do G650 pode ser escolhido entre 12 configurações diferentes de disposição, para transportar atá 18 pessoas. Entre os opcionais estão mesa para reuniões de até seis lugares, cabine dormitório, sofá que se converte em cama para duas pessoas e televisão retrátil LCD de 26 polegadas. Além dele, a Gulfstream estreia no Brasil seu modelo médio G280.

Compare as aeronaves mais luxuosas presentes na Labace:

Fabricante/Modelo Comprimento Velocidade Máxima Autonomia Preço
Dassault Falcon 7X 23,19 m 953 km/h 11.019 km US$ 52 milhões
Embraer Lineage 1000 36,24 m 870 km/h 8.149 km US$ 55 milhões
Bombardier Global 6000 30,3 m 950 km/h 11.112 km US$ 60 milhões
Gulfstream G650 30,4 m 982 km/h 12.964 km US$ 64,5 milhões
 
Fonte: Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade