0

Mangueiras do arrefecimento do carro precisam de atenção

2 jul 2013
07h22
atualizado às 07h22
  • separator
  • 0
  • comentários

O sistema de arrefecimento, responsável por controlar a temperatura do motor do carro, é formado por diversas peças que precisam de manutenção e atenção para que ele funcione da maneira ideal. Entre essas peças estão as mangueiras, pois o rompimento delas é um dos causadores de superaquecimento do motor.

Os motivos para trocar as mangueiras são cortes na peça, vazamentos e o ressecamento. De acordo com o supervisor técnico de Automotiva do Senai do Rio de Janeiro (Senai-RJ), Edilson Caldas, os fabricantes não especificam um tempo para a troca. “Vai prevalecer a manutenção que é feita no carro”, explica. Caso o defeito não for vazamento ou ressecamento, a oxidação pode causar uma interrupção do fluxo dentro dela. “Pode haver uma barreira interna que causa entupimento. Neste caso, se troca a mangueira inteira”, diz

A constatação de que a mangueira precisa ser trocada pelo ressecamento é feita visualmente, seja pelo proprietário, seja por um mecânico. “Quando ela está muito ressecada, nas pontas soltam muitos fiapos do material interno. Significa que já está na hora de trocar e não se deve esperar abrir”, comenta. A vida útil da peça é prolongada de acordo com a manutenção de todo o sistema de arrefecimento, que inclui o uso de aditivos na água do radiador indicados pela montadora.

Mesmo que o motorista veja uma mangueira com problema, ele não deve tentar trocar em casa, como era comum nos carros mais antigos. O veículo deve ser levado a um mecânico. “Hoje é muito complicado fazer essas trocas em casa. O vão do motor está cada vez menor. E o motor está com cada vez mais componentes”, lembra. Isso causa uma dificuldade de alcance à mangueira, o que exige um profissional especializado. Além disso, muitos carros precisam passar por uma restauração do sistema de arrefecimento após a troca de peças, o que só pode ser feito em oficinas e autorizadas. “Depois da troca, tem todo um procedimento técnico para fazer para evitar bolhas. Não é só botar a peça nova e ir embora”.

Fonte: Canarinho Press Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade