publicidade
27 de março de 2013 • 11h27 • atualizado às 15h53

Linha Volks 2014 ganha mais itens de série; preço sobe

Sem mudanças estéticas, as novas versões começam a chegar nas concessionárias com alguns equipamentos de série a mais e novos recursos de conforto

  • Peter Fussy
    Direto de São José dos Pinhais (PR)
 

A Volkswagen mostrou nesta quarta-feira a linha 2014 dos modelos nacionais. Sem mudanças estéticas, as novas versões que já foram enviadas para as concessionárias contarão com alguns equipamentos de série a mais e novos recursos de conforto, principalmente na família Fox, que também ganhou a edição limitada “Rock in Rio”. A marca mostrou a nova tabela de preços - maiores - que já são impactados pelo aumento gradual da cobrança de IPI (a partir de 1º de abril, carros até 1 mil cilindradas flex pagam 3,5% de imposto ante 2% até agora; automóveis entre 1 mil e 2 mil cilindradas com motor flex terão alíquota majorada de 7% para 9%; e carros entre 1 mil e 2 mil cilindradas com motor movido somente à gasolina têm alíquota aumentada de 8% para 10%).

O modelo de entrada da marca no Brasil, o Gol geração 4 duas portas, partia de R$ 25,1 mil na versão 2013 e agora passa a custar R$ 25.750. Já o novo Gol, que partia de R$ 27.790 passa a custar R$ 28.280. O Voyage em sua versão mais básica subiu mais de R$ 1,5 mil: passa de iniciais R$ 31,1 mil para R$ 33.790.

O Fox, que recebeu as maiores mudanças para 2014, também teve preços majorados: o modelo era vendido na versão 2013 a partir de R$ 31.710 e na versão 2014 será vendido por R$ 33.770 iniciais.

A linha Polo também custará cerca de R$ 2 mil a mais: de R$ 46.070 (versão básica 1.6 l quatro portas) para R$ 47.810. Já o Golf que na versão 1.6 l quatro portas partia de R$ 51.010 passa a ser vendido a partir de R$ 52.760 na versão 2014.

Novidades
O modelo comemorativo do festival deste ano tem como base a versão topo de linha – que agora é chamada de Highline em todos os veículos fabricados por aqui – e ganha rodas de liga leve de 15 polegadas, detalhes em vermelho no acabamento e, é claro, adesivos com o logotipo do evento musical. O Fox Rock in Rio será vendido apenas com motor 1.6 l, durante abril e setembro deste ano. A expectativa de produção de edição limitada é de 13 mil a 14 mil unidades nestes seis meses.

Sem mudanças externas e nos motores, a linha 2014 da Volkswagen tem como diferencial apenas o acabamento interno e novos itens de série e opcionais. Mesmo assim, as “novidades” se restringem mais aos modelos topo de linha. Fox, Novo Gol e Voyage passam a ter de série ar-condicionado, vidros traseiros e espelho retrovisor elétricos e sensor de estacionamento traseiro. O Voyage foi contemplado com airbags frontais, freios ABS e direção hidráulica de fábrica, mesmo nas versões de entrada.

A fabricante chamou de “nova arquitetura eletrônica” um conjunto de funções controladas pelo computador central que vão auxiliar o motorista de para Fox e CrossFox. Entre elas estão o acionamento de três piscas com um leve toque na alavanca de seta, pisca alerta automático em frenagens de emergência (que já equipava Passat e Tiguan) e avisos com dicas para economizar combustível como: “não acionar o pedal do acelerador com o veículo parado” (mas o recurso pode ser desligado se o motorista desejar).

A família Fox, que completa dez anos de existência em 2013, também tem um novo sistema de som com entradas auxiliar, USB, cartão SD e tela que mostra o sensor de aproximação de obstáculos traseiros (quando equipado). A tela poderia muito bem ser sensível ao toque e ter GPS, mas esses opcionais ainda não estão nos planos da montadora. O rádio segue como item opcional mesmo na versão Highline, que parte de R$ 45.990.

O novo pacote de acessórios tem como objetivo atualizar o Fox após o lançamento de concorrentes como o Chevrolet Onix e o Hyundai HB20 - o modelo da Volkswagen caiu de quarto lugar em vendas para o sexto no final de 2012. "É natural. Qualquer novidade gera um movimento de todos. Sempre afeta ao redor, prinicpalmente nas versões de entrada", afirmou Henrique Sampaio, gerente de marketing da Volkswagen.

 

O jornalista viajou a convite da empresa.

Terra