0

Fiat lança novo Fiorino e Uno Furgão; veja novidades da Fenatran

A 19ª Edição do Salão Internacional do Transporte (Fenatran) começa nesta segunda-feira em São Paulo

28 out 2013
07h35
atualizado às 10h15
  • separator
  • comentários

A Fiat, com o intuito de reforçar sua presença no segmento de comerciais leves está lançando  o Novo Uno Furgão na 19ª Edição do Salão Internacional do Transporte (Fenatran), o principal evento do segmento do transporte rodoviário de cargas da América Latina, que começa nesta segunda-feira em São Paulo.

O modelo, que foi apresentado como carro-conceito na última edição da Fenatran, em 2011, traz design mais moderno e robusto e vem  com duas novas opções de motorização. A primeira opção é o modelo de 1.0 EVO Flex com 75/73 cv (etanol/gasolina) a 6.250 rpm e torque de 9,9/9,5 kgfm (etanol/gasolina) a 3.850 rpm. O segundo modelo é o 1.4 EVO Flex com 88/85 cv (etanol/gasolina) a 5.750 rpm e torque de 12,5/12,4 kgfm (etanol/gasolina) a 3.500 rpm. Conforme a montadora, os motores privilegiam o torque nas baixas rotações, que seria ideal para o trânsito pesado das cidades, e também possuem reduzido consumo de combustível.

O visual do Novo Uno Furgão apresenta para-choques e retrovisores pretos, além de vidros do vão de carga escurecidos com grade protetora para evitar que a carga fique exposta e ainda oferecer mais segurança no transporte. O novo Uno Furgão está disponível nas cores Branco Banchisa e Prata Bari.

O veículo tem capacidade para transportar até 1 mil litros de volume de carga ou 400 quilos de peso e é ideal para atender às necessidades dos pequenos empreendimentos como padarias, floriculturas, entregas rápidas, e também o segmento de serviços de telecomunicações e manutenções, oficinas volantes, assistência técnica e microempresários.

Outro lançamento da marca para pequenos comerciantes é o Novo Fiorino. Inteiramente renovado, o veículo ganha um design mais moderno, com nova frente, novos para-choques dianteiro e traseiro, novos retrovisores e frisos laterais, e novas lanternas traseiras. Segundo a Fiat, as novas formas fluidas melhoraram a estética e a aerodinâmica do veículo.

Internamente, o carro ganhou painel mais moderno, bancos mais confortáveis, melhor ergonomia e acesso aos comandos, e maior número de porta objetos. O novo Fiat Fiorino ganhou uma nova motorização, com 1.4 EVO com 88/85 cv (etanol/gasolina) a 5.750 rpm e torque de 12,5/12,4 kgfm (etanol/gasolina) a 3.500 rpm, que garante baixo consumo de combustível, segundo a montadora.

A marca apresentou ainda a linha do Fiat Ducato, que é composta por sete versões: quatro para carga, dois para passageiros, além da versão Multi Teto Alto voltada para transformações. As versões utilitárias, designadas para o transporte de carga, são o Cargo 7,5 m3, Cargo L 9,0 metros cúbicos (m³), Maxi Cargo 10 m³ e Maxi Cargo 12 m³.

Foram apresentados também o Ducato Executivo, que pode contar com DVD de teto com TV digital, bancos reclináveis, geladeira, sistema wi-fi e porta lateral com acionamento elétrico, o Escolar, que comporta 19 passageiros mais um motorista, o Ducato ambulância com UTI, além da versão transformada em Ducato Petshop, que oferece mesas para tosa, armários, gaveteiros e banheira com chuveiro.

Outros destaques
A Iveco, apresenta na feira a nova geração Tector Economy e com reduções de até 5% no consumo de combustível com duas novas versões do semipesado: 15 toneladas e Stradale, com motor de 300 cavalos, segundo informações da assessoria de imprensa da feira.

A Iveco lança ainda cinco novos caminhões: o Tector Attack 280, o off-road Trakker de entrada, o Stralis Ecoline de 9 litros com câmbio automatizado de série, além do leve Daily e do médio Vertis HD. Segundo Marco Borba, vice-presidente da Iveco para a América Latina, a meta da empresa é estar entre as três maiores fabricantes de caminhões do Brasil. 

A Hyundai apresenta com destaque o HD78 4X4, uma adaptação do conhecido comercial leve HD78, equipado com motor Euro V, tração integral nas quatro rodas e bom custo-benefício. O diferencial é a capacidade de carga, com o peso bruto total (PBT) de 7800 quilos. A empresa exibe também o comercial leve HR, modelo ideal para as empresas que necessitam de transporte rápido para suas mercadorias, de micro até grande porte. De acordo com Luiz Sérgio, diretor de pós venda da empresa, o foco dos produtos para as cerca de 4 milhões de novas pequenas empresas que deverão ser criadas no País. 

A Scania mostra o Scania Streamline, que está disponível para as cabines rodoviárias G, R e R Highline além de lançar a quarta geração de câmbio Scania Opticruise, que possui novo sistema de lubrificação e nova função de condução: Modo Econômico. A fabricante também apresentou o novo R 620 8x4, com capacidade máxima de tração de 250 toneladas, e o novo P 310 6x4. 

A Renault traz seus novos comerciais leves e anunciou mais uma venda de Kangoo Elétrico no País. O Kangoo está disponível em duas versões de série, com e sem porta lateral, e duas opções de transformações: ambulância simples remoção com porta lateral e isotérmico sem porta lateral. Entre os destaques também está o Kangoo Z.E., furgão 100% elétrico.

A Mercedes-Benz anuncia que irá investir aproximadamente R$ 1 bilhão no biênio 2014 e 2015 em suas fábricas de caminhões e ônibus no país. A empresa fará a nacionalização da linha de caminhões extrapesados Actros. A empresa trouxe para a feira oito caminhões e dois modelos Sprinter.

A grande novidade foi o Actros 4160 AK SLT, equipado com motor V8 de 598 cv e 2.800Nm. Com tração 8x8, esse robusto veículo tem capacidade máxima de tração de 250 toneladas. Entre eles destacam-se o caminhão leve Accelo 1016 com 3º eixo, único VUC com capacidade para transportar 13 toneladas e o primeiro do segmento de leves com ABS de série, juntamente com o Atego 2430 Econfort, primeiro semipesado a receber o câmbio totalmente automatizado Mercedes PowerShift. 

Na linha de extrapesados, a empresa apresenta o Axor 1933 4x2 com câmbio PowerShift com nova função EcoRoll e Power Mode; o novo Axor 3131 para operações da construção civil; além de diversos aprimoramentos de conforto e economia para toda a linha Axor. 

A MAN Latin America mostra 14 novos produtos na Fenatran com destaque para os cavalos mecânicos produzidos pela empresa, com destaque para os modelos Constellation 19.420, 25.420 e 26.420. Além do motor Cummins de 420 cavalos, os veículos chegam equipados com a transmissão automatizada de série V-Tronic. O lançamento da marca fica com o cavalo mecânico TGX 29.480 6x4, com previsão de lançamento para meados de 2014. O veículo, perfeito para operações de longas distâncias, será o mais potente de toda a linha, com uma das melhores relações potência versus consumo de combustível do mercado. 

A Volvo traz o FH16, considerado o caminhão mais potente do mundo, com um motor de 16 litros e 750cv, indicado principalmente para o transporte de cargas indivisíveis. A Volvo ainda está expondo o primeiro caminhão movido a GNL (Gás Natural Liquefeito) e a diesel que está sendo testado no Brasil: um FM 460cv, movido com aproximadamente 70% GNL e o restante a diesel. 

A Ford Caminhões apresenta a nova Transit 2014 e também mostrou o lançamento do Cargo 1119, além da renovação do líder do segmento de caminhões leves, o Cargo 816. A linha de caminhões novos também conta com os extrapesados Cargo 2842 e Cargo 2042. A Ford mostrou ainda a Série F, que será relançada em 2014 com novos motores Euro 5.

A DAF traz o XF105 fabricado no Brasil e mostrou as futuras linhas CF e LF. Além do  XF105, fabricado na unidade de Ponta Grossa (PR), foram mostrados o pesado CF e o semi-pesado LF. A fabricante trouxe também o Super Space Cab, a maior e mais espaçosa cabine da marca, que chega ao mercado nacional em 2014. Segundo Marco Antonio Davila, presidente da DAF Brasil, a feira é uma grande oportunidade também para todos conhecerem o programa de pós-venda de classe mundial, um dos grandes diferenciais da DAF em todos os países.

Fonte: Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade