publicidade
04 de abril de 2013 • 17h51 • atualizado às 18h01

CR-V volta com motor flex, mas preço sobe para R$ 98.900

O valor do modelo de entrada (LX) é cerca de 13% maior que o preço de tabela no final do ano passado

 

O Honda CR-V volta a ser importado para o Brasil a partir de maio na versão 2013  e agora com tecnologia bicombustível. Segundo a fabricante japonesa informou nesta quinta-feira, a quarta geração do modelo chegará em duas versões, uma 4x2 e outra 4x4, com preços sugeridos de R$ 98.900 e R$ 114.900, respectivamente.

Em falta nas concessionárias desde o final de 2012, o CR-V vendeu apenas 26 unidades remanescentes do estoque neste ano – em março foram apenas dois emplacamentos, de acordo com a Fenabrave. A nova versão tem motor flex 2.0 l e 16 válvulas, que desenvolve até 155 cv de potência movido a etanol.

O modelo também vem com tecnologia que dispensa o “tanquinho” de gasolina para partida a frio. Ao destravar as portas do carro, um conjunto de aquecedores na linha de combustível torna a temperatura adequada para combustão imediata. Além disso, o tanque ganhou 13 litros a mais, passando a 71 litros, para compensar a menor autonomia com o etanol.

As duas versões são equipadas com transmissão automática de cinco velocidades e freios ABS com sistema EBD, que distribui a força de frenagem de maneira uniforme. O modelo "topo de linha" (EXL) se diferencia também por ter assistente de saída em rampa, direção elétrica adaptável ao movimento e seis airbags.

No entanto, a inclusão das tecnologias encareceu o veículo para o brasileiro. O valor do modelo de entrada (LX) é cerca de 13% maior que o preço de tabela no final do ano passado, quando era de R$ 86.915 na versão 4x2 com câmbio automático - na época ainda havia opção com câmbio manual, que partia de R$ 83.920. Já o carro com tração 4x4 ficou 12% mais caro, já que custava a partir de R$ 102.160.

Terra