1 evento ao vivo

Carros já estacionam sozinhos e contam com air bag externo

Alguns carros já contam com tecnologias como freio automático, controle da velocidade do veículo a partir do carro da frente e assistente de estacionamento que permite entrar na vaga sem que o motorista encoste no volante

21 set 2013
09h43
atualizado às 10h10
  • separator
  • comentários

A Volvo começou a vender no Brasil neste semestre um carro com air bag externo. O sistema aciona a bolsa de ar localizada entre o capô e o vidro frontal em caso de colisão com um pedestre. Além dessa, alguns carros - sem dúvida os mais caros - já contam com tecnologias como freio automático, controle da velocidade do veículo a partir do carro da frente e assistente de estacionamento que permite entrar na vaga sem que o motorista encoste no volante. Confira 10 tecnologias automotivas:

Assistente de estacionamento: essa tecnologia faz com que o carro praticamente entre na vaga sozinho. O sistema funciona com o auxílio de sensores e de câmeras instaladas nos para-choques e laterais do veículo. O motorista aperta um botão e o carro já avisa por meio de um sinal sonoro que passou por uma vaga que é possível estacionar. Depois, o trabalho é apenas de controlar os pedais de freio e acelerador. O veículo gira automaticamente o volante e entra na vaga.

Desligamento automático do motor: os carros mais caros e que consomem mais combustível são equipados com essa tecnologia. Quando o veículo está parado por algum tempo (geralmente por volta de 5s) o motor desliga automaticamente, sem nenhuma ação do motorista. Ao pisar no pedal do acelerador novamente para arrancar, o propulsor liga de novo numa fração de segundo. O tempo de resposta é rápido o bastante para que o motorista não perceba que o carro estava desligado.

Air bag externo: a marca sueca Volvo é conhecida por seu investimento em tecnologia e segurança - foram eles que inventaram o cinto de segurança de três pontos. A última grande inovação foi o air bag externo. O dispositivo é acionado e faz com que se abra uma bolsa de ar sobre o capô do veículo quando acontece uma colisão.

Saiba como funciona o air bag externo

Piloto automático: o termo é comum e antigo, mas as funções que as fabricantes têm adicionado a essa tecnologia são novas. Atualmente, o piloto automático reconhece o carro da frente e as faixas de tráfego na pista. O sistema freia e acelera o carro sozinho - o motorista não precisa colocar o pé nos pedais - de acordo com o ritmo do carro da frente a fim de acompanhar o tráfego. Quando o motorista começa a invadir as faixas ao seu lado o carro também produz um alerta sonoro e outro visual no painel de instrumentos indicando que se deve corrigir a direção.

Saiba como funciona o piloto automático

Reconhecimento de colisão iminente: já essa tecnologia aciona alguns sistemas como freios, fecha janelas e teto solar e reforça o ajuste de cintos de segurança quando em uma freada brusca. Isso tudo para tentar minimizar os efeitos de uma colisão nos passageiros.

Saiba como funciona o freio antes de colisão iminente

Freio automático: esse sistema aciona os freios do carro sem que o motorista pise no pedal. O objetivo dessa tecnologia é identificar que o motorista não reconheceu ou não estava prestando atenção a um objeto a sua frente e que está prestes a colidir. Na prática, esse sistema não evita a colisão, porque "toma o controle" do carro já bem próximo do obstáculo. O que ele acaba fazendo é reduzir a velocidade antes do choque.

Saiba como funciona o freio automático

Faróis inteligentes: Alguns carros contam com um sistema de iluminação externa que reconhe curvas - e com isso direciona a luz para os lados ao invés de mantê-la reta -, e também diminui parcialmente a intensidade do farol quando identifica um veículo na direção contrária.

Reconhecimento de limite de velocidade: com essa tecnologia o sistema de localização (GPS) identifica qual o limite de velocidade na via que o carro está rodando e exibe um alerta no painel de instrumentos.  

Freio automático após colisão: a ideia por trás desse sistema é evitar que após uma batida o motorista que perdeu a consciência e não está em condições de parar o veículo fique dentro de um carro ainda em movimento e desgovernado .

Carro que dirige sozinho: ele já existe, mas ainda não está disponível comercialmente. Uma das empresas mais avançadas nesta tecnologia nem fabricante de automóveis é: o Google. Um protótipo com esse sistema já roda nos Estados Unidos. Ele basicamente utiliza câmeras e sensores instalados no carro para controlar para onde o veículo vai. Nissan, Audi, Toyota, Volvo e Mercedes-Benz também trabalham para lançar um modelo que rode sozinho.

Saiba como funciona o carro que dirige sozinho

Fonte: Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade