Economia

publicidade
20 de março de 2011 • 09h24

Brasil tem 3 empresas entre as mais sustentáveis do mundo

 

O Brasil colocou três empresas entre as 100 mais sustentáveis do mundo em 2011, de acordo com o ranking Global 100 produzido anualmente pela revista Corporate Knights. As integrantes nacionais são Natura (66º), Petrobras (88º) e Bradesco (91º). A liderança da lista ficou com a petrolífera noruguesa Statoil, seguida pela americana Johnson & Johnson, enquanto a dinamarquesa de biotecnologia Novozymes arrematou a terceira posição. Entre as companhias globais que entraram para o Top 100 estão também Nokia (4º), Intel (6º), General Electric (11º), Sony (30º), Adidas (38º), Ricoh (71º) e Toyota (82º).

No total, 22 países entraram no ranking, que analisou 3,5 mil companhias. O Japão levou o maior número de indicações, com 14. Já os Estados Unidos somaram 13 e ficaram em segundo. Realizada desde 2005, a classificação leva em conta indicadores de produção de carbono e lixo, consumo de energia e água, número de mulheres no conselho, a relação entre o salário do diretor-executivo e a média dos assalariados, pagamento de impostos, número de acidentes de trabalho e transparência, entre outros indicadores financeiros.

Confira as dez primeiras empresas do ranking:

1. Statoil (Noruega)
2. Johnson & Johnson (EUA)
3. Novozymes (Dinamarca)
4. Nokia (Finlândia)
5. Umicore (Dinamarca)
6. Intel (EUA)
7. Astrazeneca (Reino Unido)
8. Credit Agricole (França)
9. Storebrand (Noruega)
10. Danske Bank (Dinamarca)

Terra Terra